:.ATENÇÃO.:
»..ANJO SENSUAL..«
»CONTEÚDO EXCLUSIVO E IMPRÓPRIO PARA MENORES DE 18 ANOS«

…»PEDOFÍLIA É CRIME, DENÚNCIE!«…









:Dicas e Aventuras:


- 01/11/2010 a 30/11/2010
- 01/10/2010 a 31/10/2010
- 01/08/2010 a 31/08/2010
- 01/07/2010 a 31/07/2010
- 01/06/2010 a 30/06/2010
- 01/05/2010 a 31/05/2010
- 01/04/2010 a 30/04/2010
- 01/03/2010 a 31/03/2010
- 01/02/2010 a 28/02/2010
- 01/01/2010 a 31/01/2010
- 01/11/2009 a 30/11/2009
- 01/10/2009 a 31/10/2009
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005







::Dicas Calientes::
::Dicas Apimentadas::





…Aventure-se…

- "Anjo Sensual"
- "Clique Sex Shop"
- "Eu assim pra Você"



Indique esse Blog


Contador:

»Layout by«
…Cláudia Pit…






eXTReMe Tracker





Tem gente que aprova, tem gente que reprova, mas a verdade é que o sexo entre mulheres é algo bem maior do que podemos imaginar. Embora muitos não entendam, a relação mulher x mulher vai além ao orgasmo; é algo que está ligado diretamente com prazer, realização e amor.

 

Não existe uma causa definida para o lesbianismo, assim como não se tem uma causa definida para qualquer tipo de orientação sexual.

Ao se discutir o lesbianismo, deve-se manter em mente o fato de que as lésbicas, tal como outros grupos, ainda são alvo de muita discriminação. Esta discriminação geralmente começa no próprio lar, depois estende-se à escola e, subseqüentemente, ao trabalho.

 

Nem todas as lésbicas têm uma ditada aparência e comportamento, conforme dita o estereótipo popular, isto é, não existe uma aparência lésbica e já está ultrapassada a idéia de que todas as lésbicas querem ser homens.

 

Estima-se que 10% das mulheres brasileiras são lésbicas ou bissexuais. Entre elas, apenas 1,4% assumem publicamente sua orientação sexual. Esta pesquisa, realizada pela rede de informação Um outro Olhar revelou também que 32% das lésbicas são mães, entre as quais muitas são mães solteiras, chefes de família.

 

Em todos os espaços sociais do cotidiano da mulher lésbica, sua invisibilidade é colocada com crueldade e descaso:

Nas escolas, a conseqüência de uma educação machista e homofóbica são irresponsáveis por não garantir informações necessárias para o exercício livre e seguro da sexualidade.

 

A homossexualidade feminina jamais é abordada nas aulas de educação sexual.

Os professores nem mesmo estão aptos. Nos raros casos em que os professores apresentam uma postura que fuja a regra estabelecida, sofrem acusações de incentivar práticas imorais, homossexualidade e outras.

 

Na saúde pública, a mulher lésbica encontra profissionais que não apresentam preparo para lidar com as especificidades. Segundo pesquisa recente, 60% das lésbicas que vão ao ginecologista sequer dizem que se relacionam com mulheres. O mercado até hoje não oferece, nem mesmo foram desenvolvidos produtos de proteção contra DST’s específicos para relações entre mulheres.

 

Ainda que existam formas “artesanais” de improvisar tais produtos a partir de luvas de látex, camisinhas, etc., este tipo de informação não é socializado, tampouco está ao alcance da maioria.

 

Embora se tente afirmar que vivemos em uma sociedade democrática, onde existe igualdade de direitos e oportunidades, a mulher lésbica sabe que a coisa não é bem assim. Ela é duplamente oprimida e explorada.

 

Até hoje, apesar da intensificação das lutas por direitos, as lésbicas não conseguiram incorporar suas reivindicações específicas nem no movimento feminista nem no movimento gay. Diante disso, lésbicas do mundo inteiro estão se organizando e tomando as ruas para lutar pela “visibilidade lésbica”.

 

A escolha do dia 29 de agosto se deve ao fato desta data ser um dos principais marcos da organização do movimento lésbico no Brasil, e a luta pela visibilidade lésbica continua sendo parte da luta contra a opressão da mulher, sofrida duplamente pelas lésbicas, além de ser também parte fundamental da luta contra a exploração das mulheres, lésbicas, gays e de toda a classe trabalhadora. Pois é dessa combinação opressão e exploração que o capitalismo, a burguesia e os governos neoliberais se utilizam para nos segregar e aumentar seus lucros e privilégios.

 

Lembre-se:

A discriminação de lésbicas, e de qualquer outra pessoa, seja por opção sexual, cor ou credo é absolutamente proibida de acordo com a lei.



- Postado por: Casal Anjo Sensual às 10:55
[ ]